Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Igual a muitas tecnologias, os receptores GPS inspiraram uma comunidade de entusiastas e pioneiros. Os proprietários de receptores GPS ficaram vidrados por terem acesso a dados muito mais precisos bem antes do esperado (originalmente, o governo planejava desativar a disponibilidade seletiva em 2006). Um desses entusiastas, Dave Ulmer, achou que seria divertido testar a precisão do receptor GPS escondendo um recipiente em uma área remota do Oregon e então lançando as coordenadas do recipiente em um grupo de usuários de GPS na Internet. Ele colocou um diário, um lápis e diversos pequenos prêmios no recipiente. Seu lançamento incluiu a instrução, "Pegue alguma coisa, mas deixe outra no lugar."

Demorou somente três dias até que dois aficionados por GPS encontrassem o recipiente (independentes um do outro) e relataram de volta para o grupo de usuários. O recipiente foi deixado na mesma posição de forma que outras pessoas pudessem encontrá-lo e registrar suas experiências. Muitos outros usuários de receptores GPS queriam participar, mas eles viviam muito longe para caçar o recipiente de Dave. Usuários de empresas começaram a criar seus próprios caches. Mike Teague, que foi o primeiro a achar o recipiente de David, começou a postar coordenadas de caches em seu próprio site na Internet. Inicialmente, o jogo foi chamado de "Caça ao GPS escondido" e não demorou para que outros participantes sugerissem nomes alternativos. Matt Stum sugeriu geocaching, combinando as palavras geo, que significa Terra, e cache, que significa um local de armazenamento temporário. O nome obteve ampla aceitação e é o termo mais popular para descrever o jogo atualmente.

É interessante observar que o exercício de Dave Ulmer estabeleceu o padrão para quase todos os futuros caches. Ainda que seja verdadeiro que um cache não precisa incluir nada mais do que um diário (e caches virtuais nem precisam disso tudo – mais informações sobre isso posteriormente), a maioria dos caches é muito similar ao primeiro. Com muita freqüência, eles incluem um diário e diversos pequenos prêmios que os participantes levam consigo, na medida em que colocam novos prêmios no cache.

 

Coordenadas dos Caches:

Para encontrar um cache, primeiro você precisa das coordenadas corretas. Para obter todas as informações disponíveis, basta acessar nosso aplicativo (Clique Aqui), fazer um cadastro gratuíto, e ter acesso a inúmeros caches já disponibilizados por outros participantes. Você também poderá incluir novos caches. Provavelmente, você deseja procurar um cache que esteja mais perto do local em que você vive. Nosso aplicativo fornece uma classificação que diz para você qual o grau de dificuldade do terreno e o quão difícil será encontrar o cache assim que você estiver no local exato. Se no cache houver comentários de outros participantes, provavelmente você irá lê-los.

Receptor GPS:

Agora que você conhece as coordenadas de sua primeira caçada ao cache, é hora de começar. A peça mais importante para quase todas as caçadas ao cache é um receptor GPS. Sem o receptor, você terá muita dificuldade para definir o rumo que está seguindo e o quão perto do cache você está. Os receptores fornecem a você uma direção e a distância das coordenadas que você programou no dispositivo (chamado de ponto de rota).

Antes de viajar até um local com o qual não está familiarizado para achar seu cache, é muito importante que você aprenda como usar seu novo receptor GPS. Nem todos os receptores são iguais. Você também deve conferir a precisão de seu receptor. Uma maneira de fazer isso é usar um local já marcado e conferir as coordenadas usando o receptor. Então, saia da área e programe as coordenadas do local em seu dispositivo, usando-o para guiar seu retorno ao local. Dessa forma, você pode ver o quão perto o receptor o ajudará a obter um conjunto de coordenadas, dando a você uma idéia do quão grande será a área de pesquisa com a qual você precisará lidar na caçada.

Outro item vital é um bom mapa topográfico da localização geral do cache. Um receptor GPS é ótimo, mas ele não dirá se há um rio ou um abismo entre você e o seu destino (a menos que você compre um receptor que possa armazenar mapas). Para evitar surpresas desagradáveis, é importante que você tenha uma boa idéia do seu rumo antes que seja muito tarde. Poucas coisas são mais frustrantes para um geocacher do que descobrir um obstáculo intransponível entre ele e seu objetivo. Também é importante determinar se o seu mapa usa NAD27 ou WSG84 para calcular coordenadas - você precisa ter certeza de que as coordenadas de seu receptor e as do mapa refiram-se ao mesmo local.

Se o seu receptor GPS não possuir um recurso de bússola, é uma boa idéia levar uma com você. Ela pode ser prática quando você precisar encontrar o caminho de volta, tão logo tenha achado seu cache - ou quando tiver desistido. Uma dica prática para refazer seus passos é programar seu ponto inicial como ponto de rota em seu receptor. Entretanto, algumas vezes você pode ter que usar uma rota alternativa se o caminho que você pegou for muito difícil para o retorno.

Devido ao fato dos participantes poderem esconder caches em locais difíceis e desafiadores, você deve se certificar de possuir os apetrechos apropriados com você. Você pode até precisar de uma máscara de mergulho ou até mesmo um equipamento SCUBA se o cache estiver embaixo d’água, ou pode precisar de equipamento para escalar rochas se o cache tiver sido colocado em uma encosta de um penhasco escarpado. De maneira geral, a maioria dos geocachers recomenda os seguintes acessórios para qualquer cache escondido em locais ermos:

  • Um companheiro
  • Água
  • Protetor solar
  • Sapatos de caminhada
  • Repelente de insetos
  • Kit de primeiros socorros / Kit contra picadas de cobras
  • Baterias extras para o receptor
  • Lanterna

Certamente, alguns caches podem estar em ambientes urbanos. Nesse caso, tudo o que você precisa é de um pouco d’água, um mapa e seu receptor GPS. A maioria dos participantes dirá que é melhor pecar por excesso de preparação para uma caçada. Você não desejará descobrir, quando estiver a muitos quilômetros afastado de qualquer coisa no mundo, que esqueceu algo para trás.

Finalmente, você provavelmente desejará levar algo de pequeno valor para trocar com algo que você possa pegar no cache quando você o encontrar. A maioria dos prêmios em caches tende a ser únicos e baratos, de modo que não é necessário gastar muito dinheiro.